Mas você sabe que eu te amo youtube

É que eu ainda te amo Você sabe? Não sei se você sabe ou desconfia, mas eu ainda te amo demais. De um jeito que eu nem consigo entender. Embora o que eu mais queira seja me livrar disso, vejo esse amor crescer consideravelmente a cada dia. Copiar texto Copiado Compartilhar Próxima Mas eu já te aviso para não se animar muito agora, pois no 4º dia o meu levain não teve qualquer atividade e isso foi um balde de água fria que quase me fez desistir do processo, pois achei que ele tinha morrido. Mas não se desespere (nem se anime demais… rs) a bactéria certa não terá se formado em tão pouco tempo e a que se forma ... Acho que eu não sei não Eu não queria dizer Tô perdendo a razão Quando a gente se vê. Mas tudo é tão difícil Que eu não vejo a hora Disso terminar E virar só uma canção Na minha guitarra. Eu te amo você Já não dá prá esconder Essa paixão. Eu queria te ver Sentindo esse lance Tirando os pés do chão Típico romance. Mas tudo é tão difícil Que era mais fácil Tentarmos ... Aprenda a tocar a cifra de Eu te Amo Você (Marina Lima) no Cifra Club. Acho que eu não sei não / Eu não queria dizer / Tô perdendo a razão / Quando a gente se vê / Mas tudo é tão difícil / Que eu não vejo a hora / Disso terminar / E virar Pra que dizer que eu te amo, se você sabe Se me quiser, até em sua mão me cabe Te amo é pequeno diante, do que sinto por você Se não me quer, apague a luz e peça pra esquecer Te canto em qualquer canção que ouço Pra te lembrar não faço esforço Vejo seu rosto no lugar de São Jorge, na lua Refrão (x2) Pra que dizer que eu te amo ... - Ally, você sabe que eu gosto de você, não sabe? - Ele perguntou e eu apenas assenti, não querendo atrapalhar. - Eu gosto de você, muito. Mas entenda que a Normani foi a minha primeira namorada e eu a amo muito. E se eu traí ela com você é porque eu realmente gosto de você. Te amo porque você me aconselha, me ajuda, e me apóia.Eu te amo porque desde a primeira vez que eu te vi, senti que nós ainda seriamos felizes. Te amo porque só você sabe me animar, e me irritar também. Porque é em você que eu penso sempre, sendo nos momentos bons ou nos ruins. Porque não há ninguém que eu possa amar tanto, quanto você. 29725Vocês já sabem que eu amo batata, por isso, hoje eu vou te ensinar uma batata com alho e bacon na frigideira que fica. Read More. 4 receitas rápidas com muito queijo ... hoje eu vou te ensinar 4 receitas rápidas com muito queijo. E você já sabe que ficam uma. Você sabe que eu te amo E abusa de mim Vive aprontando comigo E é sempre assim E volta pedindo desculpas E diz que me ama E sabe que é só me tocar Que me leva pra cama Hoje não quero nem te olhar Estou com ódio, com raiva e vou chorar Mas quem sabe amanhã Se você me abraçar Me fizer um carinho Pode até me beijar Mas hoje, não, eu não vou te querer Estou com raiva de você Você sabe disso melhor do que eu. E se esse “oi” acabar num eu te amo? Eu vou ficar muito pior. Eu vou querer ter você aqui comigo. E você está há vários quilômetros de distância daqui pra que isso pudesse acontecer. Então, não. Eu não te respondi. Mas saiba que só essa mensagem já mexeu muito comigo.

Fracassei em todos os aspectos da minha vida

2020.06.29 20:20 throwaway2159861 Fracassei em todos os aspectos da minha vida

Boa tarde, estou precisando desabafar e resolvi contar aqui grande parte da minha história e talvez fazer uma auto-análise. Imagino pelo que vi e vivenciei que é possível que muitas pessoas se identifiquem com os assuntos que eu vou falar, então pode até ser uma leitura interessante.
Antes de começar, recomendo essa música pra quem por ventura vier a ler o texto abaixo. Ela não tem nada de especial, mas eu gosto bastante dela.
https://www.youtube.com/watch?v=7NLvmr7zpso
Pois bem, atualmente tenho 28 anos, quase fazendo 29 e estou terminando a minha segunda faculdade. Provavelmente algumas coisas em relação a datas serão confusas pois além da minha memória ser bastante ruim, ela se restringe aos últimos 5 anos da minha vida. Então, as últimas memórias que eu tenho são da copa de 2014 no Brasil onde consegui assistir a alguns jogos. Eu não sei se isso é neurológico, mas estou pra ver isso tem alguns anos já. Antes que perguntem, eu tenho memórias de situações anteriores, mas em vez de lembrar do fato em si eu me lembro de alguma outra pessoa me contando, então é uma espécie de memória de segunda mão.
Enfim, quando eu tinha cerca de 10 anos eu tive depressão crônica e comecei a tomar medicamentos para tratar isso. Por volta dos 13~14 além do tratamento da depressão, eu comecei a ter ataques de pânico intensos, de modo que eu tive que abandonar o colégio por cerca de 6 meses pois eu não conseguia sair de casa. Também desenvolvi um distúrbio de personalidade esquizóide. Felizmente acabei não perdendo o ano pois a direção entendeu a minha situação e eu tinha boas notas, esporadicamente eu arrumava a matéria do colégio e lia em casa pra tentar aprender alguma coisa. Curiosamente um amigo meu me contou anos depois que a minha mãe por volta dessa época pediu pra ele e alguns outros amigos tentarem me convencer de ir numa excursão do colégio que seria durante um feriado prolongado.
Avançando um pouco, por volta dos 17 anos e perto de prestar o vestibular, eu não tinha a menor idéia de qual curso eu deveria escolher. Cheguei a perguntar para o meu pai se ele poderia me dar mais um ano pra escolher a carreira enquanto eu fazia um cursinho mas ele só riu e achou que eu estivesse de sacanagem. Por fim, acabou falando pra eu fazer Direito pois ele sempre achou que todo mundo deveria saber o básico das leis, além do fato de ter trocentos concursos públicos disponíveis pros graduados. Nesta época, eu já estava de saco cheio de estar indo no psicólogo e no psiquiatra com regularidade, além de ter que tomar os medicamentos todo dia. Pra ser sincero, comecei a tomar os medicamentos em dias alternados em vez de diariamente e cada vez mais fui espaçando, até o ponto de achar que eu não precisava tomar mais. Não notei mudança nenhuma no meu comportamento, apenas uma grave insônia. Depois de um tempo então revelei que eu não estava mais tomando os medicamentos para os médicos e para os meus pais e como aparentemente não fazia diferença nenhuma porque ninguém percebeu, eu só parei de frequentar o psicólogo e psiquiatra de um dia pro outro.
Como eu não sabia pra qual curso prestar vestibular, acabei acatando a idéia do meu pai, só que eu não tinha motivação nenhuma pra estudar. Aliás, eu nunca tive e sempre fiz parte da grande maioria dos alunos que estudam apenas na véspera. Para a minha grande surpresa, acabei passando no vestibular e só fiquei sabendo aos 45 do segundo tempo, no penúltimo dia da pré-matrícula quando um amigo meu veio me dar parabéns. Foi uma conversa engraçada, ele me deu parabéns mas eu não sabia pelo quê, já que eu não tinha acompanhado o resultado do vestibular pelo fato deu não ter estudado durante o ano. Foi uma grande sorte, que aliás é um tema recorrente na minha vida. Dei sorte do meu colégio dar o conteúdo inteiro durante o 1º e 2º anos do ensino médio, deixando o 3º ano apenas pra revisão da matéria toda, então querendo ou não, eu assistindo as aulas acabei fazendo uma revisão sem querer. Dei muito mais sorte do meu amigo ter me avisado, já que sem ele eu perderia a matrícula e só deus sabe o que aconteceria. Talvez eu conseguisse o meu sonhado ano pra descobrir o que eu queria fazer da vida, mas me conhecendo, acho que eu apenas procrastinaria por mais um ano.
Já no começo da faculdade eu percebi que as carreiras legais não eram pra mim. Na verdade, analisando friamente, tenho certeza de que eu seria um bom juiz, devido à minha personalidade e jeito de ser. Infelizmente nasci sem a motivação necessária para traçar objetivos de longo prazo e perseguí-los. É bem verdade que eu considero que não se nasce com isso e que é tudo uma questão de disciplina, mas não me vejo mudando isso na minha personalidade no curto, médio ou longo prazo. Talvez seja um mecanismo de defesa pra me prevenir do fracasso, afinal de contas, ninguém pode dizer realmente que fracassou se nem tentou.
Enfim, apesar de achar a área da advocacia algo bastante chato, passei a me interessar moderadamente pela área acadêmica, mais especificamente pelo jusnaturalismo. Na época da faculdade comecei a ler um pouco sobre religião comparada e sempre achei que o direito sem uma base metafísica não passa de um jogo de poder onde quem possui mais faz a lei e quem não possui apenas obedece. Até hoje tenho vontade de realizar uma pesquisa acadêmica sobre isso, mas as chances beiram a zero pois a vida acontece.
Também durante a faculdade eu comecei a ter recaídas da depressão, mas como eu já conhecia os sintomas, eu sempre tomava medidas contra a minha própria vontade para tratar o problema no início. Eu tinha que manter um horário de sono regular, fazer algum tipo de exercício físico diariamente e ter uma alimentação mais saudável. Isso realmente funciona, então se alguém estiver passando por isso, recomendo fazer isso antes de partir para algo mais radical. O problema é que isso é chato demais e eu não conseguia manter essa disciplina por muito tempo, então eu ficava alternando períodos bons e ruins. Na verdade, isso acontece até hoje, mas aos poucos fui aprendendo a lidar com isso.
Vou abrir um parêntese aqui pois pelos anos de experiência, percebo que muitas pessoas passam pelo mesmo problema que eu, sobretudo aqui que é um lugar para desabafos anônimos. Também não é um assunto fácil de conversar com as pessoas, a não ser que você tenha ótimos amigos ou uma família bem estruturada que se importa realmente com você. A minha família sempre me deu essa abertura, mas por conta da minha personalidade eu nunca fui capaz de falar nada disso com eles. Aliás, não sei nem se adiantaria alguma coisa falar com eles. Acredito que o melhor meio mesmo seja apenas ler relatos na internet de pessoas que passam por uma situação semelhante pra saber que isso não acontece só com você. Acho que isso foi o grande motivador pra eu escrever este texto.
Gostaria de falar sobre sentimentos. É bastante paradoxal, visto que eu sou literalmente analfabeto em matéria de sentimentos e não sinto quase nada devido à minha TPE. Ainda sim, acredito que ajuda bastante saber que alguém tem a mesma sensação que você, pois é algo difícil de colocar em palavras. A pior delas é justamente esse algo que não tem nome. É como se fosse alguma coisa queimando, mas não queimando num sentido físico. Está mais para uma dor na alma, ainda que paradoxalmente a dor pareça física. Desde pequeno eu sinto isso e não consigo imaginar a minha vida sem sentir isso. A melhor forma que eu encontrei de descrever essa sensação até hoje foi como se existisse um buraco negro em algum lugar aqui dentro e que ele estivesse sugando tudo, até mesmo a tristeza, só que como ela está em maior quantidade, é o que acaba sobrando pra gente, ainda que essa tristeza não seja tão intensa quanto já foi em outros momentos.
Voltando, já no meio da faculdade eu sabia que teria problemas caso eu decidisse mudar de carreira pois seria bem mais difícil a minha entrada no mercado de trabalho sem experiência e com uma idade avançada, sem contar psicologicamente, já que os meus amigos estariam numa posição mais avançada da carreira profissional e consequentemente ganhando muito mais dinheiro que eu, o que é difícil pra qualquer pessoa, ainda que você não se importe muito com isso. Eu decidi não abandonar o curso no meio pois era um curso de renome numa excelente faculdade, então ainda tive que aturar mais 2,5 anos estudando algo que eu não gostava só pra pegar o diploma no final tendo certeza que eu não iria usá-lo.
Pois bem, prestei o enem no último ano da faculdade e consegui emendar um curso no outro. Não pra minha surpresa, descobri que o segundo curso que eu escolhi também era horrível e confesso que até cogitei em voltar pra advocacia. O problema é que eu não tive nenhuma experiência profissional em escritórios de advocacia e já esqueci o conteúdo da faculdade anterior, o que basicamente me impossibilita de voltar pra carreira anterior.
Ao menos arrumei um estágio e estou ganhando um salário mínimo por mês até eu me formar, que eu espero que seja daqui a dois meses. A parte ruim é que provavelmente não vão me contratar e eu vou ficar desempregado, a parte boa é que eu odeio o meu trabalho e provavelmente não vou aguentar nem mais 1 ano trabalhando lá.
Dito isto, vamos aos problemas e ao real motivo do desabafo. De uns tempos pra cá o negócio do meu pai está indo muito mal, de modo que tivemos que pegar alguns empréstimos com o banco e o coronavírus acabou forçando o negócio a ficar parado desde março. Então, já estamos numa situação periclitante.
Não bastasse isso, recentemente meu pai teve que operar para tirar um tumor e ao que tudo indica, provavelmente ele está com câncer. Além disso o meu pai está no limite de fazer parte do grupo de risco do covid e trabalha com atendimento ao público. Não sei como faremos pra tomar conta do negócio, já que ele provavelmente vai ter que parar de trabalhar pra fazer o tratamento.
A minha mãe por sua vez é aposentada por invalidez. A minha irmã tentou abrir um negócio também mas foi paralisado pelo coronavírus, sendo que ele já não ia bem. Desde o ano passado ela veio com uma proposta deu tomar conta da parte administrativa da coisa e tirar um dinheiro para mim do que entrar, mas a verdade é que ainda não consegui tirar sequer 1 real da coisa pois essa é a única fonte de sustento da minha irmã, então tudo o que eu consegui foi trabalhar de graça e um monte de dor de cabeça.
Eu por minha vez estou trabalhando entre 10 e 14h por dia ganhando um salário mínimo, fora o estresse e ainda tenho cerca de 5 semanas pra escrever o TCC que eu nem comecei pra me formar na faculdade daqui a 2 meses.
A única notícia boa que eu tive recentemente foi um conhecido meu ter me contado que só não se matou porque há uns anos atrás eu liguei e conversei com ele bem no dia em que ele tinha pretendido se suicidar.
Dada a minha situação é difícil não pensar em se matar constantemente. Não que isso seja algo novo, tenho esses pensamentos recorrentes desde os 13 ou 14 anos de idade, mas entre pensar e fazer existe um abismo infinito de modo que eu nunca cogitei seriamente fazer isso. Ainda sim, deixo sempre a opção aberta muito embora eu tenha me decidido a fazer isso só depois dos meus pais e da minha irmã morrerem.
Sendo bem sincero, motivos mesmo pra continuar vivendo eu não tenho nenhum. A única coisa que ameniza um pouco é eu tentar deixar a vida um pouco menos merda para os meus familiares, só que o fato é que eu tenho 28 anos na cara e não consigo nem me sustentar sozinho. Se o meu pai morrer, seja de câncer ou de coronavírus, imediatamente teremos que vender o apartamento e ir morar de aluguel ou com algum parente.
Eu acho que isso tudo é culpa minha, mas no fundo eu sei que não é, já que ninguém é capaz de prever o futuro. Também sei que a minha situação não é tão ruim quanto a de outros, já que eu ainda tenho um teto e comida, mas também sei que a coisa pode ficar feia muito rápido.
Acho que o maior agravante é que eu não tenho sequer 1 área da vida onde eu tenho um desempenho satisfatório. Fracassei economicamente, já que não consigo me sustentar; Fracassei amorosamente, visto que não tenho perspectiva nenhuma de constituir família; Fracassei socialmente pois o meu já pequeno círculo de amizades está se tornando cada vez menor muito pela perda de contato, já que eu não tenho mais como acompanhar os meus amigos com tanta frequência devido à falta de tempo e dinheiro; e a pior de todas, é a sensação de que fracassei como filho. Sim, é verdade, e eu tenho certeza que ninguém nunca vai falar isso, mas não existe nada mais natural que os filhos tomarem conta dos pais na velhice. Infelizmente pra mim, esse tempo chegou e eu não fui capaz de resolver esse problema à altura.
Quem não gostaria de bancar os pais para eles pararem de trabalhar, depois de uma vida inteira de trabalho? No meu círculo social já há pessoas que conseguiriam fazer isso, ao menos durante esse período de quarentena. É inevitável a comparação, mesmo sabendo que cada um é cada um. Eu sempre soube que seria difícil não ficar chateado com esse tipo de coisa quando eu escolhi mudar de carreira, mas está beirando o impossível. Não apenas no aspecto econômico, mas também no aspecto afetivo. Desde sempre a minha família soube que eu era praticamente um autista no quesito de relações sociais, ainda que eu esteja infinitamente melhor do que quando eu era mais novo. O que pega mais, é que no meu íntimo eu sequer considero a minha família como família propriamente dita. Eu entendo que eu tenho um dever moral para com eles, mas não vejo diferença entre eles e os outros seres humanos. É por isso que eu nunca falei eu te amo para eles e nem para ninguém. Não tenho certeza se eu vou chegar a falar isso pra alguém na minha vida, mas tudo indica que não.
Enfim, eu tinha mais coisas pra falar, mas infelizmente tenho que voltar a trabalhar. Desabafar aqui não foi ruim, eu deveria fazer isso mas vezes. Dito isto, eu estou juntando um dinheiro pra me consultar com um psicólogo online depois de quase 10 anos. Eu gostaria de ter dinheiro pra fazer pelo menos 2 meses, mas é difícil achar um psicólogo bom na faixa de preço que eu posso pagar.
Se possível, eu também gostaria de um feedback sobre o texto em si. Eu tenho uma conta anônima no medium e escrever lá, ainda que infrequentemente por falta de tema ou tempo, acabou se tornando uma das poucas diversões que eu tenho, muito embora eu ache que seja difícil alguém chegar a ler até o final, dado o tamanho imenso do texto.
É isso, excelente dia pra vocês.
submitted by throwaway2159861 to desabafos [link] [comments]


2018.12.02 16:21 Acujl Como ser anónimo na Internet – [TUTORIAL COMPLETO]

Antes de mais, não sou um especialista, apenas alguém interessado em segurança e comunicação e este tutorial é apenas direccionado à educação :D

1) HTTPS ou TOR?

1.1) Intrudução

Ao navegarmos a Internet convencional ou a “surface web” usamos protocolos. Tudo começou com o HTTP (HyperText Transfer Protocol), foi um dos primeiros protocolos quando tentamos aceder a um site mas é bastante fácil para um “hacker” ver o que fazemos e por onde navegamos isto porque não há qualquer tipo de encriptação entre o servidor web e a vossa máquina ou seja, basta alguém estar estar na mesma rede do que vocês, por exemplo a mesma rede wifi, e executar um MITM (man in the midle atack). Onde o hacker redireciona o tráfego da máquina alvo para o seu servidor e ele literalmente lê os pacotes de dados (informação trocada ou seja, passwords, utilizadores, etc) com um simples “sniff” no wireshark (programa que nos permite ver pacotes de dados (TPC, UDP, etc)). Forma bastante eficaz de roubar informações a alguém em servidores desprotegidos.
Felizmente e a nosso favor a maioria dos sites hoje em dia usa HTTPS (HTTP + SSL), muitas pessoas convencionam o “S” no final do HTTPS como “secure”, daí o cadeado verde que vemos quando acedemos a esses websites.
O processo (SSL) começa quando nos tentamos conectar a um site e ele manda-nos uma cópia do seu certificado SSL (Chave pública), o navegador verifica se o certificado está expirado, em vigor, valido, etc (uma grande treta de acreditação). Se o navegador confiar no certificado, ele cria e envia de volta uma chave de sessão simétrica utilizando a chave pública do servidor. O servidor da decrypt da chave de sessão simétrica usando a sua chave privada e envia de volta uma confirmação criptografada com a chave de sessão para iniciar a sessão segura e agora o servidor e o navegador comunicam com, supostamente, segurança. São assim realizados os primeiros momentos de conexão quando acedemos a um website com HTTPS.
P.S: Pensem em chaves publica como algo que transforma x em alguma coisa que só pode ser aberto com a chave privada, y. Mais sobre isso a frente.

1.2) Se HTTPS é assim tão seguro, porque usar tor?

Bom, mesmo com esse tipo de segurança há várias formas de ver ou atacar alguém. Sempre podemos fazer phishing, ainda usar MITM (fazermo-nos passar por o servidor verdadeiro, é difícil AF mas possível) entre muitas outras coisas..
Com o Tor deixamos de ter esses problemas. Mais ou menos.

1.3) Mas o que é Tor?

Tor é uma comunidade, uma rede de computadores muitas vezes referida como Dark Web ou Deep Web.
A rede Tor dá-nos um nível de segurança com 128-bit AES (Advanced Encryption Standard) end-to-end (De computadores para computadores, não da nossa máquina até ao website). No final das contas é uma rede que sobrepõe “IP’S” em várias camadas e deve ser tratada como tal.
O melhor é usar HTTPS e Onions (Tor), HTTPS protege os nossos dados a nível de navegadores (nós)<=>(WEBSITE) e a rede Onion reforça o anonimato com “loops” pela internet de modo a escondemos a nossa identidade (IP). Mas esse nível de segurança depende do próprio website/servidor com que estamos a tentar comunicar. Para os nerds que desconheciam esta tecnologia, aqui têm um “Let’s Encrypt” para onions (here)
A rede tor funciona a partir de nodes, qualquer um pode fazer um relay, node de saida, etc. Uma autentica rede de computadores que comunicam entre si anonimamente.

1.3.1) Um aparte do funcionamento dos nodes…

Utilizando este modelo de 3 ou mais nodes fica mais difícil, mas não impossível de correlacionar o vosso pedido inicial com o vosso IP original. Também queria frisar que a maior parte destes nodes são universidades (fun fact)
O problema vem quando escrevemos “plain text” num site que acessamos via Tor, imaginemos que o meu exit node é o FBI ou a NSA. Se tivermos introduzido dados sensíveis apenas rezem que quem estiver a manteoperacional o exit node não tenha poder computacional suficiente para desencriptar a vossa ligação.

1.4) Let’s get REAL

Depois disto não parece nada seguro usar tor né? O bom é que é praticamente e impossível quebrar 128-bit AES. Toda a rede de bitcoin (hash rate atual é de 60M) demoraria 2.158 x 10^12 anos para quebrar 1 só chave. E para além do mais, sempre podemos configurar os nossos nodes, mais aqui.
Apenas não coloquem nada que não gostariam que se tornasse publico pois a segurança nunca é garantida! O que é (praticamente) garantido é o anonimato com o tor :)(Eu diria até que o vosso anonimato é garantido, todos os websites na deepweb que foram fechados até o dia de hoje por exemplo, não teve nada a ver com uma falha na rede tor mas sim foi um descuido dos administradores)
E para comunicação na web (chat) usem sempre PGP (Pretty Good Privacy), vamos falar mais a frente.

2) Que sistema operativo usar / Como Operar

Pretty bit topic here..

2.1) Sistemas Operativos

Querem anonimato? Usem um sistema operativo ao vivo (Live Operating System / Live CD). É um sistema operativo contido num dispositivo de armazenamento móvel, podem usar em qualquer lado com um computador (motherboard não desbloqueada) não deixando qualquer rasto no pc da sua existência (kinda, mais a frente).Caso não queiram ser tão hardcores sempre podem usar linux muito bom também, updates constantes da comunidade ;)Para o típico utilizador windows.. sabiam que o windows envia tudo o que vocês escrevem e falam para a Microsoft? Aqui têm tools que removem a telemetria and stuff (here)
Se são uns completos noobs e nunca instalaram nenhum OS (operating system) podem usar uma coisa chamada Virtual Box que emula um sistema operativo dentro de outro. Pesquisem.

Recomendo o uso do Tails (Live), Link here.

P.S: No que toca à Apple não tenho experiência portanto, não comento.P.S2: Dêm uma vista de olhos no “qubes”, sistema operativo hardcore para segurança.

2.2) PGP, Como Operar & Related

2.2.1) Mini Introdução

Temos de assumir sempre o pior, qualquer agência de inteligência ou governamental interceptou e desencriptou os nossos dados. O que eles podem usar contra nós?
Temos sempre de agiter o cuidado de nunca compartilhar dados pessoais, NUNCA. Ter uma boa password sem nada que nos identifique (Tenho uma boa password?) e diferentes passwords e entidades para cada serviço/website que usemos. Lembrem-se, basta “deslizar-mos” uma vez e somos comprometidos. Caso usem o mesmo utilizadopass qualquer organização/pessoa com intenções pode “ligar os pontos” e identificar-te.

2.2.1) PGP (Pretty Good Privacy)

Outro passo que devem tomar é comunicar apenas usando PGP. Lembram-se das chaves publico e privadas? Vou salientar novamente esse tópico.Tomem em conta que nem sempre é possível comunicar com PGP, quando estamos a preencher informação num website ou wtv essa informação pode estar comprometida.
Side Note: Há uns open sorce code para usar o Proton Mail com PGP com alguma facilidade, pesquisem nerds.

O processo PGP:

GUARDEM BEM A VOSSA CHAVE PRIVADA, GUARDEM NUM LOCAL OFF-GRID, fisicamente escondida. Caso comprometida, fudeu. E já agora, se a perderem não há nenhuma forma de a recuperar.
No tails a área onde podem mexer com o PGP fica no canto superior direito, uma que parece uma prancheta, vão a “manage keys”.
Por exemplo, uma das razões que o Silk Road falhou foi que Ross (um dos administradores) nem sempre comunicava através de encriptação PGP e depois de ser apanhado (meteu informações pessoais na net no inicio da sua jornada) as autoridades tiveram acesso a tudo o que não estava encriptado.
Sugiro sempre que guardem as suas chaves privadas num cartão SD ou melhor num microSD para que se um dia forem apanhados e alguém for-vos bater à porta podem simplesmente parti lo e os vossos dados ficam seguros x)

2.2.2) Tails e resíduos

(assumindo que têm o tails a funfar..)
Tails é um excelente sistema operativo para privacidade, quando ligado e “bootado” no PC ele cria um drive virtual e quando é fechado tal é apagado, mas não permanentemente.
Como deve ser conhecimento geral, armazenamento na memória de um computador (no seu disco rígido) funciona a base de 0’s e 1’s. Vamos supor que crio uma pasta chamada “teste”. O disco rígido será desempenhado de designar os respetivos 0’s e 1’s a uma secção do disco e saber onde está tal secção.
Temos 2 dados importantes aqui, os dados da pasta “teste” (0’s e 1’s) e a sua localização na respectiva secção do disco, chamam-se “pointers”. Pointers apontam o local do disco onde estão armazenados os dados (0’s e 1’s).Quando apagamos algo (tradicionalmente) apenas apagamos os pointers e os 0’s e 1’s anteriormente designados à pasta teste estarão agora labled como livres, esperando serem rescritos por novos 0’s e 1’s de novos dados. Espero ter sido claro.
Portanto, alguém com habilidades pode pesquisar no disco 0 e 1’s designados como “espaço livre” que, organizados “façam sentido” e recuperar os nossos dados privados.
Temos 2 opções:

2.2.3) Encriptação do disco inteiro & destruição segura de ficheiros & RAM

No que toca a encriptação do disco tails tem uma funcionalidade incorporada chamada FDE (Full Disk Encryption) ou seja, formata-vos a pen (ou o quer que seja que estão a usar) e rescreve-a com o seu conteúdo encriptado sendo apenas possível ganhar-lhe acesso com uma palavra-passe. E como sempre, guardem a password num local seguro ou memorizem-na.
Tutorial de como encriptar o disco (here)
E no que toca a destruição segura dos ficheiros há vários programas para o fazer, apenas recomendo que o faças no mínimo 3x (para garantir aleatoriedade). Duck it.
Mesmo com o disco encriptado e os dados limpados ainda podemos extrair-te informações pela tua RAM 📷
Chamam-se de “Cold Boot” esses tipos de ataques.

Primeiro, RAM (random acess memory), quesamerda?

RAM é o local onde o computador armazena dados que apenas são necessários temporariamente e isso acontece milhões de vezes por segundo. Pensem na RAM como uma memoria onde pode ser escrita e rescrita os 0’s e 1’s extremamente rapido.
Imaginemos que estão a trabalhar num documento de texto, enquanto trabalham tal está a ser guardado na RAM (armazenamento de curto prazo) até que clicam em salvar e o documento é armazenado no disco rígido em si (armazenamento de longo prazo).
Nesse período de tempo os dados são armazenados na RAM sem qualquer tipo de encriptação. Quando desligamos o computador normalmente ele passa por um ciclo onde limpa os dados armazenados na RAM mas se ele perder energia abruptamente os dados ficam “leaked” na RAM e é onde são realizados os Cold Boot Atacks. A única medida que podemos implementar contra este tipos de ataques é usar RAM DDR3 (isto porque ela necessita de eletricidade para manter dados, passado x tempo os dados são apagado) e desligar o PC normalmente, sempre.

2.2.3) Inimigo? Javascript.

Imaginemos que corro servidores maliciosos tendo em conta que tenho uma grande comunidade a alimentar-se dos meus serviços e sou apanhado. O que as autoridades podem fazer para os apanhar?
Um dos métodos mais comuns usado pelas autoridades é injetar javascript ou seja, todos os utilizadores iriam acessar uma página web alterada que tinha como intenção correr javascript que transmitia o IP da pessoa e a sua localização (visto que tal código era apenas descodificado e corrido no pc da pessoa).
Dito isto, aconselho desativarem a execução de javascript nos vossos navegadores (browsers). Tanto no iceweasel (tails) ou no firefox (tor) podemos desativar a execução de javascript com o seguinte procedimento:
(se usam tails, cada vez que o iniciam poderão de ter de fazer isto)

2.2.4) Dados EXIF

Tiramos tantas fotografias com os nossos telemóveis né? Sabiam que provavelmente a vossa localização está incorporada nelas?
Quase todos os formatos de fotos podem ter as cordeadas incorporadas menos o formato .PNG portanto é imperativo para um criador de um website apenas permitir formatos PNG e também para nos porque a nossa informação pode dar “leak” por um erro tão simples como este.
Felizmente o Tails tem uma solução, basta irmos a Applications -> Accessories -> Metadata Anonymisation Toolkit, mais info –> (here)

2.2.5) VPN + TOR = PERFECTION?

Bem, não.
VPN’s não são de confiança. A famosa “HideMyAss” que supostamente tinha uma carrada de implementações de segurança que nem eles próprios conseguiriam ver o que o utilizador fazia abriu a boca quando questionada pelo governo da Inglaterra sobre o caso LulzSec.Mas se tentarem a vossa sorte escolham uma que no mínimo tenha 128 bits ou até mesmo 256 bits de encriptação.
Se querem ainda mais segurança do que já têm, comprem umas raspberryPi, disfarçam-nas e coloquem-nas em um sitio que tenha uma rede Wifi Publica escondidas e com eletricidade, façam uns servidores OpenVPN, uns proxies da treta e GG (Como criar uma rede tor mas caseira). Fiz um tutorial de como fazer uma VPN numa raspberry, depois é só fazer uns loops.
P.S: DNSQueries, não confiem na vossa rede.

2.2.6) Cuidado com downloads

Por vezes numa comunidade da deepweb recebemos PM (private messages) que nos dizem que a nova atualização do tor tem uma falha de segurança e aqui está o link X para dar patch. Treta, nunca confiem e façam sempre o download do website oficial (cuidado com o phishing) mas podemos sempre verificar a autenticidade dos nossos downloads.
Recomendo o uso do GnuPG. Pesquisem, muito importante! Voltamos a usar o nosso amigo PGP ;)
P.S: Não só downloads, também podem assinar mensagens encriptadas (quase como encriptado 2x)

2.2.7) Simples e eficaz, adeus monitorização da treta

Podem-nos identificar de várias maneiras, uma delas é pelos nossos padrões habituais que podem ser usados contra nós em tribunal.
Uma forma fácil de acabar com isso é desabilitar “mostrar o meu status online”, muito comum em fóruns e comunidades.

2.2.8) Usem bridges!

Mesmo com esta segurança quando ligados ao tor o vosso ISP (Internet Service Provider) pode ver que vocês estão a usar o Tor, para tal sempre podemos usar bridges. Lista de bridges (here) captcha é hard mesmo.. (ataques de correlação)
Depois de entrarem vão ter acesso a uma lista de bridges que são publicamente disponiveis pelo Tor, talvez não seja a melhor opção mas sempre tens a opção de mandar diretamente um email para [[email protected]](mailto:[email protected]) com o body da mensagem sendo “get bridges”, infelizmente só funciona para Gmail e Yahoo (anti bots)
Para usa-las no boot do tails aparecem 2 opções: Live e Live (Fail Safe), neste menu cliquem em Tab , Espaço e escrevam “bridge” e depois enter. Modo bridge ativado. Ao entrarem no tails basta adicionar as vossas bridges numa tab que vos vai aparecer neste formato-> IP:PORTA e gg.
Visto que é muito menos provável que o vosso ISP conheça estas ligações. Também podem especificar o pais assim: XXX.XXX.XXX.XXX – COUNTRY: X
De qualquer das formas bridges é um assunto complexo, do your homework. Coisas bonitas para vocês (here)

3) Governo e polícia

3.1) Os seus limites

Bom, não têm, pelo menos os americanos (casos mais conhecidos). Eles chegaram ao ponto de ter uma conta no silk road como vendedores onde seriam vendidas fake ID’S (durante 7 anos), após esse período começaram de apreensões. E no serviço postal dos US, qualquer encomenda “ilegal” não eram apreendida mas sim colocavam-lhe um tracker.
Tenham sempre em mente que se eles vos querem apanhar mesmo, eles farã tudo no seu alcance para vos capturar. Tenham sempre em mente que se vocês estão a fazer qualquer tipo de actividade considerada ilegal têm sempre de ter em conta o pior cenário possível. Vocês até podem ter uns PC’s, uns servidores e algumas skills mas não é nada comparado com o poder deles.
Lembrem-se, basta escorregarem uma vez e acabou, sejam prudentes.

3.2) O que fazer quando se é apanhado

Errar é humano. Provavelmente vamos todos cometer um erro e se o governo achar que somos um peixe suficientemente grande ele vem a trás de nós.
É sempre melhor prevenir do que remediar, temos de ter já um advogado pago 50k + extra (caso sejam ilegais, mesmo.) isto porque o governo pode congelar-nos as contas/apreender o dinheiro.
Sabiam que o silencio é um direito? Mantenham a boca fechada. Eles vão tentar usar todas as táticas para nos fazer admitir que somos culpados dos crimes de que somos acusados.
Provavelmente a primeira coisa que eles vos vão dizer é que nos querem ajudar e estão a trás do maior peixe do cardume, ignorem, treta.
Eles vão dizer “então não queres cooperar? Estava a tentar ajudar-te mas agora só vais dar problemas” ou “Tens alguma noção dos crimes de que és acusado?”. Mais uma vez, mantenham-se calados e continem a pedir por um advogado.
Nunca falem sem o vosso advogado presente e nunca façam nada que não seja exigido legalmente. Vocês têm o DIREITO de estar calados.
Não discutam com os policias sobre se eles têm ou não alguma coisa contra ti, sê chill nesse assunto. Age assustado, ansioso e confuso. Como se não soubesses o que se passa e apenas queres o teu advogado. Diz aos policias: “Vocês estão-me a assustar, apenas quero o meu advogado”… como eu amo engenharia social.
Com o vosso advogado é o basico, sejam honestos com ele e trabalhem como uma equipa. Privilegio Cliente-advogado.

4) Cool Stuff

4.1) TorChat

TorChat funciona da mesma forma que o tor funciona com todas a features que todos gostamos, cria links .onion da mesma forma que o tor mas usa-o para identificar um ID de uma pessoa em particular sendo que esse ID pode comunicar com outros ID.
P.S: Não recomendo, ideia bonita mas não sabemos o nível de anonimato ou as vulnerabilidades que tal implica visto que funciona da mesma forma do que se como tivéssemos criado um HiddenService (um site tor) no nosso PC. Isso pode levar a problemas sérios.
Fica à vossa mercê, de qualquer das formas a sua comunicação eu<=>parceiro teria o mesmo nível de segurança do que o tor.

4.2) Como utilizadores do Tor foram apanhados

https://www.youtube.com/watch?v=7G1LjQSYM5Q

4.3) Email anónimo, História & Tor

https://www.youtube.com/watch?v=_Tj6c2Ikq_E

5) Recomendações

submitted by Acujl to chapeubranco [link] [comments]


2018.10.19 18:31 DaniloTF ESTOU ESCREVENDO UM LIVRO e preciso de opinião sobre esse prólogo, leiam se puderem. (+18 devido a violência.)

Prólogo
Chovia intensamente no castelo do primeiro Guardião na Transilvânia. Estava trovejando e ventando fortemente, os trovões e o som do vento forte que se colidia com a janela aberta do castelo, ressonava assustador como um agudo de um fantasma que cantava ópera.
Todo esse barulho encobria o som de grunhidos e de espada que havia lá dentro. Estava havendo naquele exato momento uma batalha, entre um homem de cabelos negros e lisos, contra um Cérbero de quase seis metros, o desejo por carne em seus olhos, seus dentes serrados, sua boca salivante. O homem possuía olhos verdejantes como de uma esmeralda brilhante, sangue seco em volta das pálpebras que tomavam forma de chamas, o que o deixara mais furioso. Aquela chama em volta de seus olhos parecia lembrá-lo do porque ele existia, e qual era seu único propósito.
Anui era seu nome, e ele estava diante de uma criatura mitológica que acabara de matar seu mentor. Um Cérbero era um cão de Três cabeças cujo propósito era vigiar o portão do inferno. Porém esse Cérbero parecia diferente, ele não parecia vigiar nada, parecia estar agindo por vontade própria.
O cão começara a rir, fazendo Anui mudar sua cor pálida para vermelho. – Você ainda é tão fraco. – Disse o cão do Diabo, com um tom de deboche e um olhar malicioso. – Não está pronto para fazer o que veio fazer. – A criatura olhou com desdém para uma mulher grávida, que assistia a batalha em prantos e furiosa.
Anui entendeu que a mulher não passava de um atraso para ele, fazendo subir uma raiva incontrolável. – CALA ESSA BOCA! – Enfureceu-se Anui que encarava o cão desdenhosamente, e correu em direção a ele com sua espada de cabo dourado. – Anui, Por favor! – Bradava a mulher, engolindo a própria lagrima e ranho, sentindo umas dores dilacerantes em seu ventre. Uma pequena guerreira querendo sair dali. Anui não parecia ouvir, estava com um olhar fixo na criatura esperando qualquer movimento, e caçando um ponto vulnerável em seu corpo. Anui deu um salto de quinze metros para cima da criatura, e ajeitava sua espada para acertá-lo em vertical. Porém a criatura soltara um grunhido ensurdecedor, que o afastou imediatamente, fazendo-o cair sobre o chão, e deslizar sobre o piso encerado daquele castelo do século XIII.
Anui se levantou de pressa, olhou bem para a criatura, e analisou a situação com calma e frieza. Ele aproveitara que a criatura parecia estar bastante paciente, na espera que ele faça o próximo movimento. Ele sentiu um frio na barriga de lhe dar ânsia, medo e tristeza.
Anui olhou para a mulher com um olhar sereno e um sorriso forçado, e disse: – Hyana... Quero que nossa filha se chame Hono... – disse Anui entristecendo-se, forçando ainda mais seu sorriso, Hyana já sacudia a cabeça suavemente, não acreditando no que está prestes a ouvir, – ela nascerá em breve, você deve ir para um hospital já! Henry sabe onde estamos, chegará em breve para te buscar. De qualquer forma, saia desse castelo agora! Não quero que veja o que vai acontecer aqui. Hyana... Eu te amo. – Disse o homem derramando lagrimas de tristeza, medo e injustiça. Seu único sonho de viver feliz com sua mulher e filha se evanesciam diante de seu fardo.
Hyana entrara em desespero ao ouvir tais palavras, suas mãos começavam a tremer; o frenesi do momento a tomava. – Anui... Eu-eu sou uma inútil! Ainda sou fraca. Não sou boa, como diz o Henry. Não sei como ser mãe ainda. – Ela dizia muito desesperada, – o que eu vou fazer se você for? E-Eu não sei e... – Você sabe sim! – Interrompe Anui. – Você vai ser uma ótima mãe, você se cobra demais, por isso eu sei que será. Você vai encontrar outro homem, e vai continuar aquele projeto que você ainda não terminou, e vai mudar o mundo. Eu acredito em você.
Hyana ensopava o piso do castelo em lagrimas e tentava falar com longos suspiros... Ela queria refutar e dialogar impeli-lo, mas não havia como com esse bebê em seu ventre. – E-Eu... Te amo, A-anui. – E limpava seus olhos, tentando retribuir um sorriso forçado. E então a criatura foi-se em direção a Anui com uma investida, a cabeça direita o pega e o esmaga entre os dentes. Hyana caminhava lentamente em direção ao portão enorme do castelo, sem mesmo se importar com o que acaba de acontecer com seu marido. Então a cabeça direita de Cérbero cai ao chão com um corte perfeito de uma espada, Anui sai de dentro da cabeça, e sorri para a criatura, que disfarçara a dor de perder um membro do seu corpo. Anui vai em direção a criatura que o evitava e soltara novamente um grunhido ensurdecedor, porém mais fraco, pois perdera uma de suas cabeças. Anui lançava sua espada, que tomara a forma de uma lança no ar, o Cão desviava por pouco em um salto para a direita que o faz cambalear. Anui cai de joelhos e coloca a mão sobre as feridas que a criatura deixou quando o mordeu. Então as feridas se fecharam sozinhas, e ao mesmo tempo a cabeça do cão começa a nascer novamente, como um tumor nascendo e crescendo em seu corpo.
– Isso já está demorando! – Disse Anui para a criatura contendo sua raiva e ansiedade. – Eu vou acabar com isso, chega de ameaças, chega de dor! Você já fez seu banho de sangue. – Enquanto Anui falava algo o encafifava; uma questão que tinha de desabafar. – Eu só não entendo uma coisa... Por quê? Porque está fazendo isso? – Indagou para a criatura. – A culpa é dele. – Disse a criatura com um olhar penetrante sobre Anui o que o despertara uma curiosidade, ainda mais ao ver que a criatura estava se emocionando, enquanto olhava para Anui com um falso desdém.
Anui desviou o olhar para esquerda, e então olhou para o alto, e em seguida para sua espada com cabo de ouro e com detalhes precisos de linhas entalhadas, enquanto um orbe roxo com várias poeiras no seu interior, parecendo uma nebulosa, falava com ele. A espada estava estirada ao chão perto do cão. Anui estendeu sua mão e a espada foi-se em direção a ele por conta própria. E então ele ergue sua espada, que começa a brilhar forte criando um clarão cuja claridade moldava uma katana samurai.
Anui girou sua espada dentre os dedos exibindo-se, olhou nos olhos da criatura com um olhar penetrante, e correu em sua direção de peito aberto sentindo um nervosismo tremendo como se ele odiasse aquilo. Enquanto corria ele caçava na criatura uma brecha para acertá-lo, então ele se lembra do ponto vulnerável de todo cão: Sua nuca. Porém Anui sabia que não seria fácil atingir um golpe diretamente ali, ele reconhecia a criatura como um grande adversário. Afinal: Ele matou seu mentor, e possuía uma reputação de tremer as espinhas dos guerreiros que se prezavam, no nosso planeta, e além...
Anui então decide intensificar, sua katana começava a piscar centelhas de brilhos. Toda vez que a espada piscava surgira outra espada que seguia em direção ao cão. Não demorou nada para rechear o castelo de espadas. A criatura sentiu-se encurralada, não havia lugar para se esquivar ou se esgueirar-se, e então só lhe restou seu grunhido, onde ele nem pensou duas vezes e o soltara imediatamente, Anui via essa situação e colocava seu plano em prática.
Com tantas espadas caindo ao mesmo tempo diante daquele violento grunhido, fizera a criatura perder Anui de vista, as espadas caindo faziam irritantes badalar, confundindo sua audição. Anui poderia atingir a criatura em sua nuca. Porém ele sabia que esse plano era de uma tacada só, ele teria que ser discreto.
Moveu-se em direção a nuca do cão, porém ele não contava que o cão estava ciente desse seu ponto vulnerável, a criatura então dava um salto de trinta metros arrebentando o teto do castelo.
Anui salta em direção ao cão com sua espada empunhada para ele, a criatura se encontrava perdida na chuva, ele sabia que sofria uma desvantagem tremenda confrontando alguém tão pequeno e veloz na noite chuvosa. Gotículas de chuva caiam em seus olhos, o fazendo entender que tudo não passava de um plano para derrotá-lo. O cão, com seus olhos ardendo entrava em desespero. Compulsivamente piscava seus olhos. Em meio a tanto desespero a criatura saltara vários grunhidos na esperança de acertar Anui.
Com sorte ele derruba Anui. Caia em um baque surdo dentro do castelo onde a criatura havia destruído. O cão do diabo observava Anui ali caído sobre o chão. Então ele o via sorrindo, caído lá, entrava em confronto consigo mesmo, achando que está vendo coisa por causa das gotas intensas da chuva que caia em seus olhos. Logo ele percebe que não estava vendo coisa. Anui não só estava sorrindo. Ele assumia uma forma de metal líquido e gélido.
Enquanto observava Anui, a criatura sentia um gelado em sua nuca. Esse gelado foi-se intensificando percorrendo o interior de seu corpo indo até seu coração, o deixando assustado. Várias trovoadas tomavam conta dos céus, e os clarões o ajudavam a ver, havia várias... Milhões de espadas o rodeando, ficou claro para ele: As mil espadas que invocou antes eram uma distração. E Anui jazia de pé em cima de sua nuca, com sua espada cravada, perfurando e se esticando dentro dele. – Você vai morrer! – Ele gritou sentido raiva e empolgação, como se estivesse esperando por esse dia há anos. Essas palavras ecoavam nos ouvidos da criatura, que sentiu uma raiva intensa, um desespero ao morrer e uma felicidade tão grande por dentro, que fez com que derramasse uma lagrima que se camuflavam na noite chuvosa. – Anuuuuuuuuuiiii! – Soltava suas últimas palavras, sentindo-se grato e zangado como jamais esteve.
Anui era tão forte que levava a criatura para a mesosfera sem sentir nenhum peso. E aquele gelado que havia dentro da criatura ficara tão intenso quanto um rio de magma, e foi se espalhando por todo o corpo do Cão. A Criatura sentia a espada de Anui se expandindo dentro de si, querendo sair para todos os lados enquanto percorria suas veias, e quando imaginava que seu corpo não aquentaria mais, a espada se expandia para fora. Várias lâminas esquartejavam o cão e Anui instantaneamente. Havia pedaços da criatura e de Anui para todos os lados. Porém Anui ainda estava consciente, enquanto caia o penhasco. Mesmo só com a metade de seu cérebro. E sua cabeça separada de seu corpo.
Ele avistava a cabeça estraçalhada da criatura descendo pela vala que cobria o castelo. E fechava seus olhos e se sentira realizado. Sua espada tomava a forma de um labrador de pelos cumpridos e dourados. Ele uivava triste, tão alto que ecoava para todos os lados, abafando a chuva que começavam a cessar. Aos poucos se sentia morrendo, e tomava a forma de espada novamente. Ambos se espatifavam na queda em um baque, o som se ecoava por toda vala que cobria o castelo, onde caíram.
Do outro lado do castelo estava Hyana. Fazia esforço para ouvir algo adentro do castelo, mas então ela ouviu afora. O uivo do cachorro de Anui, que ecoara perto dali. O entristecido uivo não lhe era um bom sinal. Abaixou-se sua cabeça, suas lágrimas se mesclavam com a chuva em seu lindo rosto esculpido. Perto dali vinha um homem preocupado caminhando em direção a Hyana. Era Henry. Vestido como um monge, e que parecia que acabou de sair de uma guerra, com seus cabelos castanhos claros e ensebados. Seu olho direito era fechado e com escamas de lagarto em volta. – Cadê o Anui? – Indagou a Hyana impaciente. Que desviava a cabeça e fecharam-se seus olhos. Henry logo soube o que isso significava. – Vamos... Seu bebê vai nascer em breve. Não vai querer dar à luz nessa chuva. – Disse Henry com um tom sereno e pouco amigável, sentindo assustado e abatido. Ele pegou Hyana em seus braços e caminhou de pressa até o hospital mais próximo, pensando ali o que seria dessa criança com essa mulher a criando. E quem iria pará-lo quando perdesse o controle. Ou quem decidisse atacar nosso querido planeta que já não era mais tão azul.

Obrigado a você que leu até aqui. Pretendo postar alguns episódios, meus favoritos e os ruins, para vocês avaliarem. Caso estejam esperando me acompanhe nesse site: https://www.wattpad.com/useDaniloTF/following, onde estarei postando. Muito obrigado mesmo você que leu. :)
Twitter: @Dan_FlameTF Youtube (ausente): https://www.youtube.com/channel/UCIdOi_5JTqoQZfTT1cmMb1Q?view_as=subscriberFacebook (ausente): https://www.facebook.com/FlameTF
submitted by DaniloTF to Livros [link] [comments]


Aduílio Mendes - Eu Te Amo E Você Sabe Sofia Oliveira - Eu Te Amo Tanto (Clipe Oficial) - YouTube ANAVITÓRIA - Porque Eu Te Amo (Audio) - YouTube Eu Te Amo ♫  Love Song 💖😍 - YouTube Grupo S.O.S. - Você Sabe Que Eu Te Amo Bryan Behr - Eu Te Amo (Voz E Violão) - YouTube Jorge e Mateus Eu te Amo Tanto. Darvey 4x15 - 'Você sabe que eu te amo, Donna' - Suits Jikook :'Você sabe que eu te amo'Redublagem Jorge e Mateus - Eu te amo tanto {Lançamento 2012}

Você Sabe - Fátima Leão - VAGALUME

  1. Aduílio Mendes - Eu Te Amo E Você Sabe
  2. Sofia Oliveira - Eu Te Amo Tanto (Clipe Oficial) - YouTube
  3. ANAVITÓRIA - Porque Eu Te Amo (Audio) - YouTube
  4. Eu Te Amo ♫ Love Song 💖😍 - YouTube
  5. Grupo S.O.S. - Você Sabe Que Eu Te Amo
  6. Bryan Behr - Eu Te Amo (Voz E Violão) - YouTube
  7. Jorge e Mateus Eu te Amo Tanto.
  8. Darvey 4x15 - 'Você sabe que eu te amo, Donna' - Suits
  9. Jikook :'Você sabe que eu te amo'Redublagem
  10. Jorge e Mateus - Eu te amo tanto {Lançamento 2012}

Arnold Schwarzenegger This Speech Broke The Internet AND Most Inspiring Speech- It Changed My Life. - Duration: 14:58. Alpha Leaders Productions Recommended for you Download MP3 (Soundcloud):https://soundcloud.com/shadown-blue/eu-te-amo Download MP3: (Mediafire): (Em Breve) Facebook:https://www.facebook.com/ShadownBl... Eu quero o seu beijo e o seu sorriso mas você que dar um tempo Eu te desejo,eu te preciso,cuida do meu sentimento [refrão 2x] Eu te amo tanto você sabe Que esse amor é tanto que em mim não cabe. Faixa 12 do álbum 'S.O.S. Paixão'. This video is unavailable. Watch Queue Queue Clipe oficial da música 'EU TE AMO TANTO' lançado pela Warner Music Brasil. Ouça no Spotify: http://bit.ly/SofiaETATSpotify Google Play: http://bit.ly/SofiaE... Licensed to YouTube by ONErpm (on behalf of RW Produtora); UNIAO BRASILEIRA DE EDITORAS DE MUSICA - UBEM, PEDL, LatinAutor, LatinAutor - Warner Chappell, Warner Chappell, and 5 Music Rights Societies Ouça o álbum: https://umusicbrazil.lnk.to/OTempoEAgoraYD SIGA O DUO ANAVITÓRIA: https://www.facebook.com/anavitoriatocantins https://www.instagram.com/oanavi... Mas você fica distante Eu te Desejo Eu te Preciso Hoje até mais do que antes Eu te amo tanto,Você Sabe Que esse amor é tanto que em mim não cabe Eu te amo tanto,Você Sabe Música: Eu Te Amo E Você Sabe Disponível para download no site Sua Música: ... Aduílio Mendes - Isso é que é Amor - Duration: 3:26. Aduílio Mendes 10,298 views. 3:26. Clique e ouça o álbum: https://umusicbrazil.lnk.to/AVidaEBoaYD SIGA BRYAN BEHR: https://www.instagram.com/bryanbehroficial/ https://www.facebook.com/BryanBeh...